BACK
Política

Racha no PT?

Terça Livre just posted an article!

Terça Livre @tercalivre

Nov 26, 2023 at 12:13am

Click to continue reading

Dirceu taca fogo na militância petista em evento com ala mais radical

Diferente da direita pró e contra, se não babar-ovo é meu inimigo e precisa comer o pão que o diaba amassa, a esquerda possui diferentes alas dentro de um mesmo partido, além de ter vários partidos.

Diferente da direita pró e contra, se não babar-ovo é meu inimigo e precisa comer o pão que o diaba amassa, a esquerda possui diferentes alas dentro de um mesmo partido, além de ter vários partidos. Algo que que seus opositores sequer sonham em ter.

Uma dessas alas, a Avante, do PT, já está preparando candidaturas independentes dos chefões do PT para o estado de SP. Além disso, segundo o jornal porta-voz da tirania e seu pet mais obediente, Guilherme Amado, Dirceu participou de evento o Avante em São Paulo no dia 24 de novembro.

Dirceu, que também é membro do Exército Cubano, citou os “pontos fracos” do PT, como a “falta de mobilização”, e reclamou que as críticas não são bem recebidas pelos caciques do partido. “Não sei qual é o problema”, disse. “Tem medo da militância? Do debate? Da discussão? Da mobilização da militância? Onde se discute isso? Ou não é para discutir e fazer de conta que está tudo bem? Ou não se pode discutir mais? Às vezes fico com a sensação de que você começa a discutir um pouco e fica inconveniente, indesejável.”

Sorte do Dirceu não ser do PL, né? Se um direitista fala isso em evento, no dia seguinte ele é “inimigo”. A aula dos revolucionários não para por aí.

Become a Supporter

Representantes do Avante promoveram um encontro no dia 25 de novembro em São Paulo para defender o lançamento do maior número de candidaturas próprias nas eleições de 2024. Entre os líderes da corrente estão os deputados Maria do Rosário e Arlindo Chinaglia e a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra.

Um evento crítico já seria o suficiente para dizer que a direita é inferior, mas o esculacho é ainda maior: um documento foi produzido ao final do encontro com as principais teses defendidas pelo Avante. O coordenador do grupo, Cícero Balestro, afirmou que o PT precisa encampar todas as candidaturas a prefeituras que apresentarem viabilidade e densidade política.

“As eleições municipais tendem a debater temas locais, mas vão reproduzir a polarização política. Não existe ninguém melhor para fazer a defesa do governo Lula do que os candidatos do PT”, declarou.

Balestro reconhece que o PT deve cumprir compromissos, como o firmado com o psolista Guilherme Boulos em São Paulo, mas diz que o grupo Avante compreende ser “fundamental sustentar e defender o protagonismo do PT na composição com os partidos do campo popular e da base do governo Lula”.

Become a Supporter

Maria do Rosário, uma das lideranças do grupo Avante, foi anunciada na quinta-feira passada como a candidata do PT à Prefeitura de Porto Alegre. O nome da deputada será levado para análise dos partidos aliados, entre eles o PCdoB, que defende Manuela d’Ávila como a alternativa de esquerda na capital gaúcha.

O grupo Avante também reúne o deputado federal Jorge Solla, da Bahia, o ex-presidente da Câmara Marco Maia e os ex-deputados estaduais Pedro Kemp, do Mato Grosso do Sul, e Leonel Radde, do Rio Grande do Sul.

Enquanto a direita continuar com a infantilidade do “não pode criticar” senão “divide”, permanecerá o que ela é hoje: apenas uma estatística de desaprovação sem qualquer capacidade de transformar apoio eleitoral em militância.

Na Academia Conservadora há vários cursos sobre o assunto e posso contar nos dedos quais direitistas engajados estudam o assunto.

Become a Supporter

View Article